CONFLITO ENTRE SÓCIOS

 

É muito comum em empresas familiares, os sócios levarem problemas pessoais para a empresa e vice-versa e isto vai desgastando e cansando os sócios.  Enquanto o foco deve ser no negócio, quando surgem conflitos e que não são resolvidos, eles influenciam de forma negativa nos resultados e no ambiente.

 

Como fazemos?  Nos reunimos com os sócios juntos ou individualmente para entendermos bem a causa dos conflitos e através de um diálogo estruturado vamos caminhando para que os conflitos sejam resolvidos ou minimizados para que os sócios possam se relacionar de forma a não prejudica o negócio.

 

Muito empreendedores acham que os conflitos terminam sozinhos, evitando falar sobre eles. Isto não é uma verdade. Quando não falamos dos conflitos, eles vão aumentando, aumentando, até explodir. Por isto, é melhor sempre fazer um trabalho preventivo para que se evite um grau muito alto de stress entre os sócios.

 

A grande dificuldade é que os sócios não identificam a necessidade de ajuda de fora. E o que os estudos indicam é que o Psicólogo pode contribuir de forma muito eficaz e eficiente para a dissolução ou solução dos conflitos.

 

Temos três saídas para os conflitos:

– agressiva

– silenciosa

– através do diálogo

 

O caminho é o diálogo estruturado. Fora isso, precisamos saber lidar com as emoções que surgem ao longo deste processo. Algumas vezes, pode ser um pouco doloroso, mas necessário para que a empresa funcione bem, ou seja, um ambiente de respeito e de motivação, gerando resultados.

 

Os encontros podem ser juntos ou separados e semanalmente ou quinzenalmente com duração de uma hora e meia cada.

Nascemos para ter alegria, para sermos autores de nossa própria história. Acreditamos que cada ser humano é único e inestimável. Ninguém precisa viver aprisionado pelas dores, tristezas e sofrimento.